Grêmio anuncia que Ferreira passará por cirurgia para corrigir hérnia inguinal.

Clube não divulga tempo de parada, mas estimativa é de um mês fora dos gramados.

Grêmio anuncia que Ferreira passará por cirurgia para corrigir hérnia inguinal.

A situação médica de Ferreira ganhou um novo capítulo. O jogador terá de realizar uma cirurgia para corrigir uma hérnia inguinal, com data a ser definida. Oficialmente, o Grêmio não estima o tempo de parada, que deve ser de aproximadamente um mês. 

A série de problemas físicos se iniciou no dia 13 de fevereiro, quando Ferreira deixou o campo no empate em 1 a 1 com o Juventude com dores na coxa direita. Exames divulgados pelo clube informaram que o atacante havia sofrido lesão de grau 1 no adutor da coxa direita. A partir daí, o camisa 10 passou a conviver com dores.

O jogador não voltou a ser relacionado, mesmo participando de alguns treinos, no prazo divulgado pelo clube. O atacante só conseguiu retornar a campo no Gre-Nal de volta das semifinais, dia 23 de março. Dias depois, o departamento médico gremista foi comunicado pelo jogador pela primeira vez de dores na região do abdômen, segundo apurado por GZH. Como foi expulso nos minutos finais do clássico, voltou a ser titular na decisão da Arena contra o Ypiranga. 

Ainda com dores, mas com o departamento médico do Grêmio citando a ausência de lesão nos exames, Ferreira iniciou a Série B em campo. Participou das duas primeiras rodadas, mas ficou de fora após voltar a reclamar do desconforto.  O jogador buscou novamente o departamento médico para tratar as dores na região da perna. Mas também investiu no tratamento de células-tronco com um médico particular, técnica não adotada pelo clube (leia mais na nota abaixo) e feita por conta própria pelo jogador. Pelos relatos ouvidos por GZH, o problema na coxa foi solucionado. Mas as dores abdominais seguiram atrapalhando os movimentos.

O jogador realizou uma série de exames nos últimos dias. Em uma dessas avaliações, uma ultrassonografia, detectou-se que Ferreira está com um hérnia inguinal e terá que passar por uma cirurgia. 

Na tarde desta terça-feira, o Grêmio divulgou uma nota sobre a situação de Ferreira:

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, por meio de seu Departamento Médico, esclarece que não adota, em seu corpo técnico de trabalho e/ou atletas profissionais, terapias experimentais (PRP, células-tronco), em conformidade com resoluções do Conselho Federal de Medicina acerca de tal prática. 

O clube orienta os seus profissionais neste sentido, porém respeita o direito individual de escolha dos pacientes, monitorando-os permanentemente.  

Em relação ao atleta Ferreira, a evolução do quadro clínico nos últimos dias levou à realização de novos exames de imagem, que detectaram a presença de hérnia inguinal direita, com necessidade de correção cirúrgica. 

O Grêmio comunica, ainda, a inexistência de tal situação em qualquer das avaliações por imagem anteriores e/ou procedimentos clínicos internos aos quais o atleta tenha submetido-se, com tratamento conservador. 

As informações sobre prazo de recuperação e retorno às atividades serão comunicadas posteriormente.

 

 
 
 
Fonte: Gaúcha / ZH
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários
Publicidade
Publicidade

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\

Envie sua mensagem e assim que possível estaremos respondendo!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.