Governo federal pretende lançar bolsa-auxílio para caminhoneiros.

Ajuda financeira pretendida pela União seria usada para custear parte do combustível usado pelos profissionais do setor.

Governo federal pretende lançar bolsa-auxílio para caminhoneiros.

O presidente Jair Bolsonaro estuda, junto com a equipe econômica do governo, a concessão de uma bolsa-auxílio para que caminhoneiros arquem com custos de combustível. O chefe do Executivo falou sobre o assunto na inauguração do Canal do Agreste, em Pernambuco, nesta quinta-feira (21).

"Nós vamos ajudar os 750 mil caminhoneiros", disse o presidente. Fontes ouvidas pelo R7 na cúpula do Executivo afirmam que o valor estudado gira em torno de R$ 400 a R$ 500 por profissional. A intenção é que o auxílio já seja pago a partir do mês de novembro.

Bolsonaro não deu detalhes do programa, mas alegou que o aumento do combustível, inclusive da gasolina, que afeta consumidores de todo o país, se deve a impostos aplicados por governadores.

Em um movimento grevista, caminhoneiros ameaçam parar em 1° de novembro. A categoria reclama do aumento do diesel e de defasagem na tabela do frente com o aumento dos custos de transporte dos insumos pelo território nacional.

 

 
 
 
Fonte: R7
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários
Publicidade
Publicidade

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\

Envie sua mensagem e assim que possível estaremos respondendo!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.